NUTRIÇÃO – COMENDO PARA GANHAR PESO

Existem muitas pessoas que são MAGRAS e querem alem de aumentar a massa muscular, também GANHAR PESO CORPORAL. Geralmente a pessoa é MAGRA pela ingestão insuficiente em quantidade e qualidade de alimentos para atender as necessidades de atividade da pessoa.[COME POUCAS CALORIAS POR DIA]. Também são motivos:

1] Excesso de atividade física.
2] Distúrbios glandulares como o excesso de atividade da tireóide (hipertiroidismo) ou disfunção da pituitária.
3] Mal absorção e má utilização do alimento consumido.
4] Stress psicológico ou emocional;
5] Manifestações neuróticas acompanhadas de aversão à comida.[anorexia nervosa]
6] Doenças

Para o magro é muito importante: Manter uma frequência de 05 a 08 nutritivas refeições por dia, com intervalo de 2,5 a 3.0 horas entre cada uma.Comer devagar, num local tranqüilo, sem barulho. Se não for possível, enquanto comer tente se concentrar na comida e no ato de se alimentar. Enriquecer todas as refeições habituais, em termos de valor calórico.

Se, por exemplo, você toma leite de manhã, enriqueça-o com mel, frutas, e/ou cereais, e assim por diante. Tomar água em pequenas quantidades durante todo o dia. Num total de, pelo menos, 2 litros. [Eu disse AGUA e não refrigerante ou bebida]. Durante a refeição não beba líquido. Ele atrapalha a mastigação, que prepara o alimento e o aparelho digestivo para a digestão. Mantenha o consumo de frutas e verduras que vão normalizar o organismo para que ele absorva melhor os alimentos.

As pessoas com deficiência de peso devem ser freqüentemente encorajadas a comer, mesmo quando não tenham fome. Para isso, é importante estabelecer um número de cinco a oito refeições por dia que incluam alimentos apetitosos (o apetite por certos alimentos varia de pessoa para pessoa e por isso é importante conhecer os hábitos alimentares dela) e fáceis de preparar. Essas refeições deverão ser feitas em horários programados e de forma tranqüila, visto que a tensão nervosa freqüentemente contribui para a deficiência de peso em alguns indivíduos.

A dieta deve ser rica em calorias. Para engordar, o importante não é comer muito, mas “comer calorias”. Aliás, exigir que uma pessoa magra coma mais do que está habituada pode ser inútil; daí a necessidade de se fracionar as refeições, para que ela passe a comer em cinco a oito refeições o que ela deveria comer em três ou quatro normalmente.

Além das calorias necessárias para atender às necessidades energéticas totais do organismo, deve-se planejar uma suplementação de calorias adicionais (geralmente de 500 a 1000 calorias). Uma suplementação vitamínica e mineral pode também ser necessária, dependendo do estado nutricional da pessoa.

Para aumentar o consumo de calorias de uma pessoa com baixo peso é preciso as vezes ter muita criatividade. Por exemplo, em vez de comer um pão ou torrada simples, acrescente a eles geléias, requeijão, manteiga, pasta de amendoim, etc; ao leite preparado muitas vezes com um pouco de açúcar, sugere-se acrescentar aveia, leite em pó ou condensado, bater com sorvete, creme de leite, etc; às saladas preparadas geralmente com sal e limão, acrescenta-se iogurtes naturais, maionese, etc; às sobremesas pode-se acrescentar caldas e caramelos, e assim por diante. Alimentos como amêndoas, castanha do pará, nozes, entre outros são também excelentes fontes de calorias.

Observando as principais causas de baixo peso, verifica-se que muitos casos de magreza excessiva se devem a desordens gerais da vida, como nos casos em que a pessoa tem hábitos alimentares errados ou come pouco quer seja por falta de fome ou devido a pobreza (falta de dinheiro para adquirir alimentos nutritivos) e casos em que há um excessivo gasto calórico produzido por excesso de atividade física, muitas vezes sem um propósito definido.

Mas observamos também causas mais preocupantes como é o caso de certos distúrbios e doenças que comprometem a saúde do indivíduo. Nesse caso, a recuperação do peso da pessoa é importante para que ela possa lutar contra a doença e resistir melhor aos tratamentos médicos necessários para sua reabilitação.

Por isso, inicialmente é muito importante avaliar a extensão e causa da deficiência de peso antes de começar um programa de tratamento. Isto porque uma doença debilitante ou problemas de mal absorção requerem tratamento. Um histórico completo e exames médicos usualmente determinam a causa exata do peso deficiente.

ALGUNS DETALHES:

1] O fumo pode ser causa de magreza excessiva já que pessoas que fumam demais, em geral, não têm apetite.

2] A emoção pode ter papel importante na magreza. Algumas pessoas sob forte tensão emocional podem comer menos e perder peso, embora muitas delas façam exatamente o contrário. O STRESS é um poderoso CATABOLICO.

3] Magreza excessiva não é de causa hereditária, mas as pessoas que tem famílias com maus hábitos alimentares tendem a se alimentar mal, o que pode gerar magreza.

4] Muitas pessoas comem muito, mas permanecem sempre magras, isto porque muitas delas gastam mais calorias do que ingerem (geralmente porque comem alimentos de baixo teor calórico).

5] Os suplementos vitamínicos ajudam a pessoa a engordar somente se houver uma deficiência comprovada de vitaminas. Se a dieta for bem equilibrada não há necessidade de usá-los.